A Patologia vista pelos Tratamentos Holísticos

A tendência da Cultura Ocidental é de perceber o mundo como se tudo fosse separado, sem ligação. Mente separada do Corpo. O homem foi separado da natureza e as doenças são encaradas como algo externo à nossa responsabilidade. O pensamento científico gerou esta crença que apenas aquilo que pode ser medido e observável é verdadeiro.

A teoria de Einstein prova que matéria e energia são iguais, o que difere é a intensidade da vibração, da freqüência. O átomo passava a ser isolado e indivisível. Com o aparecimento da Física Quântica, houve uma transformação. Nessa percepção, os átomos foram estudados e divididos em suas estruturas. Até que foi encontrado outras partículas chegando a última camada, a qual não encontraram “nada”. Esse “nada” significa energia pura, alta freqüência, ou seja, não conseguimos enxergar; significando que todas as coisas são formadas de energia.

O ar é energia tanto quanto uma pedra. A diferença entre eles é que o ar tem freqüência muito alta, os átomos vibram mais rápidos. Já a pedra tem freqüência mais baixa, seus átomos vibram lentamente a ponto da mente poder observá-la como objeto sólido. Com a teoria quântica houve uma mudança de conceitos. O ser humano e a natureza passam a ser uma unidade. Mente e corpo são a mesma coisa. Nosso planeta e o Universo são inseparáveis.

O cérebro humano trabalha em diferentes frequências. O nível Consciente (ondas beta) é onde recebemos as informações do mundo exterior e interior. Representa o Livre arbítrio. Já o nível Inconsciente (ondas alfa) é um conjunto de registros não presentes na consciência. Aqui, estão todas as experiências passadas, tanto ruins quanto boas. Todas as experiências traumáticas são reprimidas nesse estado para que não nos incomode na vida consciente. Age também no controle das funções vitais do nosso organismo, respiração, órgãos em funcionamento, sangue correndo nas veias etc. Um inconsciente carregado de boas experiências está livre para usar todo o seu potencial, enquanto que um inconsciente com registros ruins, sem que seja percebido, está bloqueado para o bom funcionamento do corpo, o qual vai entrando em desequilíbrio total.

Os tratamentos holísticos e/ou integrativos  procuram entender a personalidade do indivíduo através do seu corpo e de seus processos energéticos.Tem como tese fundamental que a Mente e o Corpo funcionam identicamente. O que ocorre na mente reflete no corpo e vice-versa.

Nosso corpo holístico, possui não apenas o corpo físico, material que é o único reconhecido pela medicina alopática,química e materialista.Na realidade é um grande complexo energético, vibracional, magnético, quântico chamado de campos de energia ou Aura.

O corpo é uma tela onde se projetam as emoções psíquicas reprimidas, que se transformam em doenças. Por que adoeço?     Sabe-se que, fisiologicamente, o hemisfério cerebral esquerdo, que está envolvido com o pensamento racional (masculino), controla a maior parte do lado direito do corpo. Já o hemisfério direito está envolvido com as habilidades subjetivas, orientação espacial, emoções (feminino) e controla o lado esquerdo do corpo.

Os órgãos possuem correlação com os aspectos emocionais e racionais tais como:

• Fígado: está relacionado com o humor.

• Pulmão: está relacionado com a alegria; quando ficamos tristes o pulmão tende a fechar-se.

• Pescoço: onde se localiza a inflexibilidade das pessoas, principalmente, as controladoras com tendência a torcicolo.

• Coxas: representam nossa afetividade relacionada com os pais.

• Pele: onde está nossa auto – estima.

• Dentes: concentra o acúmulo de raiva.

• Criar nódulo: criar estrutura negativa.

• Garganta: medo de dizer algo e ser rejeitado.

• Bexiga: medo, ansiedade.

• Sangue (anemia): sentir-se injustiçado.

• Estômago: realidade, relações sociais.

Sabemos que a mágoa é uma emoção, portanto, é contínua, dura anos e não passa. Sendo que o ódio e a raiva são sentimentos que vão passando com o tempo. Por isso, precisamos trabalhar esses sentimentos e emoções. Devemos exercitar o perdão em nós a fim de provar que temos controle sobre as energias negativas que envolvem essas emoções e sentimentos. Temos que ter a vontade de combater o desânimo, tristeza e ira, as quais nos levam a doenças graves.

Nosso corpo e as suas células, sentem, pensam e são afetadas pelas energias cósmicas.

As doenças estão ligadas aos aprisionamentos internos em arquétipos limitadores.

*Lucila Palacio

Terapeuta Universalista

SINTER-RS 0147

2017-08-11T19:12:48+00:00 artigos|0 Comments

Leave A Comment